Israel é o melhor país para mulheres empresárias

Israel foi eleito o melhor país para mulheres empresárias no Índice Mastercard de Mulheres Empreendedoras 2020 (MIWE). Os resultados do relatório destacaram a necessidade de uma política específica de gênero para apoiar as mulheres nos negócios e fez uma análise inicial do impacto da pandemia de coronavírus nas mulheres na força de trabalho.

O estudo revelou que Israel, o país com melhor desempenho, é “um excelente exemplo de mecanismos de apoio específicos de gênero com resultados rápidos e significativos”. Israel estava em quarto lugar em 2019, e seu sucesso recente foi impulsionado por um apoio institucional focado para PMEs (pequenas e médias empresas) e um esforço para dobrar o número de mulheres empresárias.

De acordo com o relatório, as mulheres israelenses são mais motivadas do que os homens a buscar oportunidades de negócios e ganhar independência e autossuficiência econômica. A pandemia de coronavírus afetou empresas em todo o mundo, e as mulheres foram afetadas de forma desproporcional. Cerca de 87% delas disseram que foram afetadas negativamente.

Esse impacto desproporcional sobre as mulheres é parcialmente explicado devido à representação excessiva de mulheres nos setores mais atingidos, a lacuna de gênero digital que é particularmente impactante à medida que a pandemia aumentou a atividade virtual e as responsabilidades com os filhos, que também foram intensificadas pela pandemia.

O MIWE baseia-se em dados de organizações como a OCDE e a Organização Internacional do Trabalho para destacar as contribuições socioeconômicas de mulheres empresárias em todo o mundo.

Mais detalhes: acesse.